perdi-63kg-em-6-meses
Perdi 63 kg em 6 meses, sem cirurgia e sem remédios
setembro 14, 2016
4 causas da queda de cabelo
4 causas da queda de cabelo
setembro 16, 2016
Exibir tudo

Mitos e verdades em torno da utilização do óleo de coco

mitos-e-verdades-em-torno-da-utilizacao-do-oleo-de-coco

Precisamos conversar sobre um tema que está na moda: o óleo de coco. Ele emagrece? Ele combate a obesidade? Ele ajuda no tratamento dos cabelos? Bom, são perguntas que envolvem estudos e pesquisas, algumas dessas ideias ou suposições continuam em evolução na área científica. Supostamente o óleo de coco traz benefícios à saúde humana, mas, há quem questione as suas vantagens. Porém, para compreender melhor a eficácia do óleo de coco, é necessário entender como ele é extraído, produzido e também compreender a sua composição química.

O óleo de coco tem se destacado bastante no mercado, algumas ações que o óleo promete são: ações antibacterianas, antiviral, antifúngica e mais, ele combate os microrganismos patogênicos, e todos esses efeitos estão relacionados ao ácido lático presente no óleo. Mas, essas suposições benéficas foram questionadas devido ao alto índice de gordura saturada no óleo de coco, no total somam-se 86%. Diante deste cenário, os produtores investiram em uma nova forma de extrair o óleo de coco. Anteriormente a polpa do coco passava por um processo de refino artificial, atualmente muitos dos produtores optam pela prensa a fino, processo que mantém os valores nutricionais do fruto.

mitos-e-verdades-em-torno-da-utilizacao-do-oleo-de-coco

O coco não é somente famoso pelo Brasil, a medicina indiana utiliza vários produtos derivados do fruto em diversas funcionalidades terapêuticas. O fruto é altamente rico em potássio, sódio, cálcio, magnésio e fósforo. Em nosso país estamos familiarizados com a água de coco e leite de coco, o primeiro é uma bebida natural rica em vitaminas, e o leite de coco também contêm vitaminas e minerais. Deu para notar a funcionalidade do fruto do coqueiro não é mesmo?

O óleo de coco está sendo utilizado de diversas maneiras por variadas indústria, tais como a indústria de cosmético, farmacêutica e na produção de biocombustíveis. Ademais, este produto possui ácidos graxos de cadeia média, fator que diante da literatura referente ao assunto, são facilmente absorvidos pelo nosso intestino, usados como fonte de energia. Outro benefício conhecido deste produto é sua função antioxidante, esta é, sobretudo graças aos fenóis presentes no óleo, capaz de prevenir a progressão da aterosclerose e a ocorrência de doença cardiovascular.

São variadas as formas de utilização do óleo de coco, muitas pessoas optam por substituir a gordura de preparação dos alimentos, por isso, ele tem sido uma escolha na hora da compra do mês. Mas, o produto também é vendido em cápsulas, no entanto, há poucas evidências para considerar os benefícios. São escassos os estudos que relacionam a perda de peso com o consumo de óleo de coco, por isso, muitas serão as promessas ao redor do produto.

Embora sejam poucas as pesquisas, houve um estudo comparativo que concluiu que o óleo de coco virgem contribui para a redução de gordura abdominal, mas, essa pesquisa foi realizada com poucos indivíduos e por um curto período. Assim como supracitados, são poucas as comprovações em torno do óleo de coco, mas, é importante ressaltar que é um produto que tem ganhado força aos poucos e suas benéficas suposições faz sentido já que o fruto do coqueiro é um composto extremamente proveitoso para a saúde humana.

Logo, mesmo diante das várias hipóteses e conspirações, não custa nada experimentar o produto, até porque os resultados da aplicação do óleo de coco até nos cabelos têm sido muito positivos no universo feminino. A dica é: não se engane achando que um produto vai mudar suas medidas! Alimentação balanceada ligada a prática de atividades físicas são os métodos seguros e comprovados para manter a saúde em dia. Contudo, o óleo de coco é uma alternativa para aqueles que desejam inovar e experimentar produtos novos. Porque não?